headEuroazjaAm Portug 8

 

À noite, no dia 12 de agosto, o Ícone de Czestochowa foi levado em uma procissão pelas principais ruas da cidade, desde a catedral católica até a Catedral Ortodoxa de São Nicolau, o Milagre Trabalhador. O Ícone foi recebido em frente à catedral por Sua Eminência, o Arcebispo Jakub, ordinário da diocese de Bialystok-Gdansk, que, assistido por sacerdotes e diáconos, recebeu o Ícone das mãos dos sacerdotes católicos.

Eles entraram na catedral todos juntos. O ícone foi colocado em um pódio. Primeiro, os sacerdotes católicos beijaram e veneraram o Ícone, deixando a igreja ortodoxa depois de uma troca de saudações e despedidas.

Vários milhares de fiéis chegaram a encontrar Maria no Ícone e muitos esperaram durante a noite pela oportunidade de entrar na catedral e tocar suas frentes no Ícone. O coral ortodoxo cantou um hino em homenagem a Nossa Senhora de Czestochowa, intitulado "Vitória invicto", bem como o akatista, o hino mais antigo da Igreja, louvando a bem-aventurada Virgem Maria.

No início da manhã, no dia 13 de agosto, a Divina Liturgia foi celebrada e havia tempo para a oração individual dos fiéis, permitindo-lhes beijar e venerar o Ícone. A igreja estava constantemente cheia de fiéis religiosos, que, com lágrimas nos olhos, davam ao Ícone adeus naquela tarde, como "Ela" estava sendo retirada da catedral ortodoxa, para continuar em Sua jornada pelo mundo em defesa da vida.

We use cookies on our website. Some of them are essential for the operation of the site, while others help us to improve this site and the user experience (tracking cookies). You can decide for yourself whether you want to allow cookies or not. Please note that if you reject them, you may not be able to use all the functionalities of the site.